Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • a24

    Bom diaBeijinho

  • Anónimo

    Bom dia...beijinho...

  • Anónimo

    Beijinho na pontinha do labio...Hoje esta com as b...

  • a24

    Bom diaBeijinho(Acordei há poucochinho)

  • Anónimo

    beijinho...bom dia... (tenho sono)...ja andou dent...



subscrever feeds



....Shhhhh....

por No_WorDz, em 01.11.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

«A Origem do Mundo» - Gustave Courbet

por No_WorDz, em 01.11.11

 


 


Estávamos em 1866 e Courbet era já um pintor conhecido em França pela sua destreza técnica mas sobretudo pela sua atitude crítica e corrosiva em relação à sociedade e moral burguesas, que não perdia ocasião de afrontar.


 


( A propósito do dia das bruxas)


 


 


 


{#emotions_dlg.invisible}Esta tela surge assim como um manifesto contra o academismo mas também contra a falsidade vigente na Arte e na Sociedade oitocentista. Representa a libertação definitiva do artista de todos os estereótipos! Significativo é o facto da polémica se ficar a dever ao tema e à forma como foi abordado e não às qualidades pictóricas do quadro - se estava bem pintado ou não.


A Origem do Mundo foi uma obra inspirada, visionária talvez, um acto estético da maior importância e uma obra de arte de primeira grandeza.


A Pintura Moderna talvez tenha começado aqui, com origem no sexo de uma mulher.




Autoria e outros dados (tags, etc)

...Pequenas...grandes coisas...

por No_WorDz, em 01.11.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

...ordem de criança...

por No_WorDz, em 01.11.11

 



A vida não está por ordem alfabética como há quem julgue.


Surge... ora aqui, ora ali, como muito bem entende, são miga­lhas,


o problema depois é juntá-las,


é esse montinho de areia,


e este grão que grão sustém?


Por vezes, aquele que está mesmo no cimo


e parece sustentado por todo o montinho,


é precisamente esse que mantém unidos todos os outros,


porque esse montinho não obedece às leis da física,


retira o grão que aparentemente não sustentava nada


e esboroa-se tudo, a areia desliza,


espalma-se


e resta-te apenas traçar uns rabiscos com o dedo,


contradanças, caminhos que não levam a lado nenhum,


e continuas à nora, insistes no vaivém,


que é feito daquele abençoado grão que mantinha tudo ligado...


até que um dia o dedo resolve parar,


farto de tanta garatuja,


deixaste na areia um traçado estranho,


um desenho sem jeito nem lógica,


e começas a desconfiar que o sentido de tudo aquilo eram as garatujas.


António Tabucchi


 



 


no estágio de garatuja...nota-se o sentir prazer em traçar linhas em todos os sentidos,


sem levantar o lápis, o qual é como se fosse o prolongamento de sua mão.


 


Na felicidade...as linhas são fortes e ocupam um grande espaço na página... 
Na instabilidade... deixarão cair o lápis;


Na incapacidade de se desenvolver...apenas não o sabem segurar.


 


pegue uma folha de papel e um lápis.


Escreva seu nome no meio da folha e...comece a rabiscar por baixo do seu nome durante um minuto.


 


"personalidade, R. Meurisse"



( passei num net cafe...e não resisti...tenho saudades de ti... )

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 8/8





Comentários recentes

  • a24

    Bom diaBeijinho

  • Anónimo

    Bom dia...beijinho...

  • Anónimo

    Beijinho na pontinha do labio...Hoje esta com as b...

  • a24

    Bom diaBeijinho(Acordei há poucochinho)

  • Anónimo

    beijinho...bom dia... (tenho sono)...ja andou dent...



subscrever feeds